Quer trabalhar fazendo Desenhos Realistas?

Por Charles Laveso 18 de Janeiro de 2017

COMPARTILHE:
Quer trabalhar fazendo Desenhos Realistas?
3.4 (68%) 5 votes

Muitos hoje em dia fazem desenhos realistas no Brasil, mas uma minoria consegue viver do desenho, pois não sabem exatamente como começar…Por isso criei esse artigo, para servir como um farol no caminho dessa profissão!

Se você está começando a aprender a desenhar e deseja viver dessa arte, é preciso determinação, pois além do prazer em se fazer o que gosta, é preciso evoluir e isso envolve disciplina com horários, foco nos objetivos, opinião própria sobre o que se quer, humildade para aceitar críticas e treino, muito treino.

Também precisa conhecer bastante sobre materiais para desenhos realistas.

Há alguns caminhos que um artista de desenho realista pode seguir e um deles é começar a pegar encomendas de retratos para desenhar. As encomendas têm suas vantagens e desvantagens; a vantagem é que poderá ter uma renda fazendo o que gosta, a desvantagem é que poderá ficar limitado a desenhar somente o que os outros pedem.

A inspiração que nos motiva quando fazemos um desenho de uma imagem que escolhemos é infinitamente maior em relação à inspiração que temos por uma imagem escolhida por alguém.

Claro que quanto mais desenhamos mais aprendemos, mas fazer desenhos que não nos desafiem nos faz estacionar em nosso aprendizado, portanto, quero dar algumas dicas antes que você saia por aí pegando encomendas de desenhos realistas:

1. Crie seu Portfólio

Sua pasta de desenhos é seu cartão de visitas, é necessário montar sua apresentação com o melhor de seus trabalhos. Pois é através desse “mostruário” que você vai apresentar o que é capaz de fazer.

Mas tenha em mente que os desenhos devem impressionar, procure desenhar o que mexe com a emoção das pessoas.

Pense que através de seus desenhos você estará sugerindo ideias para que as pessoas se inspirem e presenteiem.

Se a intenção é pegar encomendas, vou dar algumas sugestões: faça desenhos de bebês, de preferência acima de 8 meses, pois é a partir daí que surgem as expressões mais belas, como sorrisos, caretas etc. Desenhe casais, noivas, debutantes, imagens de paisagens, imagens que sejam comerciais.

Veja aqui como montar seu portfólio de desenhista.

2. Quanto cobrar em minhas encomendas?

A precificação é um assunto muito relativo, mas é preciso saber dar valor ao trabalho e saber escolher a imagem a ser retratada.

Uma dica: se a imagem for ruim, não faça!

Nosso trabalho é consequência da qualidade da fotografia. Quanto maior a nitidez, melhor o resultado do desenho, lembrando que ainda que se amplie uma imagem não haverá melhora na resolução e perderemos muitos detalhes.

Em uma foto com má resolução não se enxerga o brilho dos olhos, cílios e dentes. Quando vemos apenas vultos fica muito difícil trabalhar. Ao aceitar uma fotografia com má resolução o desenho não ficará como os trabalhos que você apresentou e o cliente poderá reclamar.

Exija do cliente uma boa fotografia, da mesma forma que ele exige de você um bom trabalho.

E mais uma vez eu digo: é preciso ter um portfólio com uma boa qualidade, pois foi você quem escolheu as imagens que gosta e consegue trabalhar.

Os valores da arte variam de acordo com os lugares que você expõe.

Por exemplo: se você expõe seu trabalho na rua, não estará atingindo um público que irá valorizar suas obras, logo, terá que cobrar barato. Numa galeria ou shopping irá atingir outro público, logo poderá valorizar mais o seu trabalho.

O público pode variar, mas será preciso, além de escolher o local, saber calcular o tempo em horas que utiliza para fazer cada retrato. Bem como avaliar o nível de dificuldade exigido.

Desenhos mais simples e rápidos se cobrará um valor. Desenhos mais complexos com texturas e afins que demandam mais tempo, cobrará um valor a mais.

É importante sempre ter a imagem em mãos para poder analisar o nível de dificuldade. Também calcular mais ou menos a carga horária que levará para concluir o desenho daí então colocar seu preço.

Seja crítico sobre seu próprio trabalho… Ele vale aquilo? O nível do trabalho é compatível com o valor? Tem que ser bom pra você e acessível ao cliente. Não se esqueça de sempre pegar uma parte do valor combinado ao fechar o negócio e depois a outra metade ao entregar.

O reconhecimento do trabalho é algo que acontece naturalmente. Uma boa arte não precisa ser oferecida, mas sim apresentada, as pessoas irão procurá-lo se você realizar um bom trabalho. Desenhe pelo prazer de desenhar e as oportunidades aparecerão!

3. Moldura

Quando você começa a desenhar por encomendas, muitas pessoas perguntam qual o melhor estilo de moldura para desenho a grafite.

Em minha opinião, penso que a moldura deve estar ligada ao desenho. Ou seja, por se tratar de uma imagem em preto e branco, não indico molduras coloridas.

Prefiro molduras neutras em tons de grafite, branco, preto, alumínio e fumê. Sempre procuro usar paspatour para dar um acabamento elegante ao trabalho. Paspatour é uma espécie de papel cartão que preenche o espaço entre a imagem e a moldura, valorizando o trabalho.

Veja o exemplo na fotografia deste post (paspatour branco com moldura preta laqueada).

4. Onde Expor

Conforme falei acima, o lugar onde expor poderá valorizar ou depreciar seu trabalho.

Um dos lugares que sempre deram certo para mim, foram as lojas de molduras… Eu fazia um desenho, mandava colocar na moldura e ali na mesma loja perguntava se poderia expor meu trabalho. Assim era feita uma parceria, visto que cada pessoa que encomendava um trabalho meu na loja, ali mesmo colocava uma moldura.

As melhores lojas nesse segmento são as que têm seu espaço em Shoppings. Mas já expus em lojas do centro da cidade e em bairros de classe média alta e sempre obtive bons resultados.

Lembre-se, se a loja não tiver uma boa clientela, certamente você também não terá.

Ao expor em Shoppings, procure o setor de Marketing e apresente seu trabalho. Ofereça seu trabalho a fotógrafos, principalmente àqueles cujo foco principal sejam as festas de casamento e debutantes.

Combine com a agência de embutir seu trabalho ao deles dando uma opção a mais para o cliente, pois estarão oferecendo um trabalho feito à mão para decorar o ambiente ou recepção da festa.

Mas para tudo isso que estou dizendo acima, é fundamental que tenha um bom Portfólio para apresentar!

 

Espero ter clareado um pouco a estrada à sua frente!

Não deixe de compartilhar este artigo em suas redes sociais!

Charles Laveso, criador do curso virtual de desenhos realistas.

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.