As fases do aprendizado no desenho

Por Samuel Torres 12 de abril de 2019

COMPARTILHE:
As fases do aprendizado no desenho

Muita gente confunde desenvolver uma técnica de desenho com aprender a desenhar.

Mesmo que uma técnica seja um tipo de desenho, desenvolver uma técnica não significa exatamente que se vá aprender a desenhar.

O aprendizado possui muitas fases

Imagine-se, por exemplo, diante de uma tela em branco para você pintar. Mesmo que nunca tenha pintado antes, há a possibilidade de acompanhar tutoriais no Youtube. Fazendo o passo-a-passo, provavelmente conseguirá obter um resultado razoável. Com o desafio de transferir as informações da referência para a tela, você vai se descobrir diante de alguma das situações a seguir.

A criança atraída pelo desenho

Imaginemos alguém que desenha desde criança de forma amadora. Aprendeu sozinho vendo outros desenhando e já está habituado a traços e formas, assim terá certa facilidade para transferir o traço para a tela.

Normalmente começará o traço de um dos lados do cenário, riscando um objeto de cada vez. Se for uma paisagem, começará pela linha do horizonte, depois o contorno das montanhas, das árvores, da casa e do rio,etc. Ou seja, geralmente se pensa em esboçar direto os traços pelos contornos, apagando quando sai torto ou fora de proporção e fazendo de novo.

Com certa habilidade no desenho, por conta de ter praticado bastante, principalmente copiando de imagens e fotos, provavelmente conseguirá tirar um traço razoável e poderá partir para o preenchimento da pintura.

O jovem interessado em desenho

Num segundo caso, a pessoa além de desenhar desde criança e estar habituado aos traços e a copiar formas, tem também conhecimentos de perspectiva e desenvolveu métodos de esboçar formas complexas.

Nesse caso ele terá muito mais facilidade em desenhar o cenário na tela. Com linhas paralelas imaginadas conseguirá visualizar as formas com as proporções corretas em questão de perspectiva, dando profundidade ao cenário. Com métodos de esboçar começará primeiro com formas básicas, quadrados, círculos, etc, e depois virá detalhando, mantendo assim as proporções corretas. Se sairá bem no traço do desenho.

O indivíduo que tem curiosidade no desenho

Já no terceiro caso, alguém que nunca desenhou, sentirá muita dificuldade. Primeiro porque sua mão é pesada e não tem muito controle sobre o lápis. Tem também certa dificuldade em enxergar os detalhes que compõem o cenário, podendo passar batido algumas informações, pois não está habituado às formas e a observar com atenção. Nesse caso, além da dificuldade de perceber a imagem, terá também dificuldade em executar o traço.

Desenho X Técnica

Percebeu como desenhar é diferente de desenvolver a técnica?

Desenhar pode ser mais do que rabiscar e envolve muitas camadas de aprendizado e habilidades, sendo o desenvolvimento da técnica apenas uma delas. Temos a criança que já se sente atraída ao desenho desde pequena, o jovem ou adulto que se interessou um pouco mais tarde e buscou conhecimentos, e temos o indivíduo que nem sabe que pode fazer um desenho, mas de repente surgiu o interesse e a curiosidade!

Quais os próximos passos no aprendizado do desenho

Depois de ter um vislumbre das muitas camadas de aprendizado no desenho, o próximo passo é identificar em qual nível você está e onde quer chegar.

Adquirir novas habilidades

Você é alguém que sempre desenhou de forma amadora mas tem muito prazer no que faz e gostaria de adquirir novas habilidades e aprimorar-se no desenho?

Nesse caso, há uma gama de possibilidades, técnicas de desenho e sombreamentos, colorido; com grafite; com carvão; digital; aerógrafo; etc. Técnicas de criação de personagens, mangá, anatomia humana realista, proporções, perspectiva, enfim, se colocássemos todas as opções aqui, a lista seria enorme.

No entanto, basta saber o que já domina e o que deseja aprender, escolhendo um caminho, uma técnica de sombreamento, ou de criação e esboço, e dedicar-se muito, entrar de cabeça.

Para isso são necessários dois requisitos: gostar e empenhar-se. Pode começar inspirando-se em artistas e canais no Youtube e depois partir para algum curso na área que escolher.

Após desenvolver alguma habilidade ou técnica de desenho, se sentirá mais confiante e animado em continuar o processo de aprendizado, partindo para outras possibilidades no desenho.

Aprimorar suas técnicas

Se você já desenha há bastante tempo e domina várias técnicas de esboço e preenchimento no desenho, assim como domina vários materiais e ferramentas, sente-se satisfeito com o que faz e irá continuar desenhando.

Porém, pode ser que se sinta motivado a querer sempre mais, aprimorar-se no que já faz ou até mesmo descobrir novos horizontes e possibilidades, arriscando-se em outras técnicas e universos do desenho.

Buscar novos conhecimentos

Caso você não se enquadre em nenhum dos casos acima, não se preocupe!

Nem pense que “não tem o dom” para desenho. Se gosta do desenho e tem curiosidade e vontade de aprender, saiba que você pode aprender!

É claro que enfrentará algumas dificuldades até adquirir controle, leveza na mão, percepção e noção espacial, etc, mas a cada passo dado, alcançará mais confiança para o passo seguinte.

Não se afobe nem fique ansioso com as muitas possibilidades, nem chateado pelo que ainda não domina, é só questão de tempo e dedicação. Foque em uma coisa de cada vez e treine muito, até que se sinta confiante para dar o próximo passo!

Uma boa maneira de se iniciar nesse fantástico mundo dos desenhos é acessando nosso passo-a-passo completo de como aprender a desenhar do zero. Confira e nos conte o que achou!

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.