Como evitar a solidão e o isolamento: dicas para quem trabalha sozinho

Por Robson Almeida 1 de novembro de 2019

COMPARTILHE:

Você trabalha fazendo desenhos realistas? Está recebendo mais encomendas? O desenho já se tornou seu principal meio de ganhar a vida? Talvez, nessa fase, você pode perceber que passa longos períodos isolado. Nesse contexto, quando se dedica a uma obra, o artista perde a noção do tempo e a sensação de solidão pode aparecer.

Porém, para alguns, esse nível de introspecção pode ser um pouco assustador. Especialmente para quem mora sozinho ou era acostumado a trabalhar em equipes agitadas. Contudo, é preciso ficar tranquilo. Afinal, sentir-se só não é uma fraqueza. Todos precisam de convívio social e alguns percebem essa ausência mais intensamente.

Para não cair na solidão, existem estratégias simples e bem eficazes que vão ajudá-lo. Veja dicas! 

O que pode estar acontecendo? Por que a solidão?

Para se dedicar ao desenho é preciso ter um local calmo, que ninguém atrapalhe. Muitas vezes, esse espaço é dentro de casa. Dessa forma, se o profissional mora sozinho, pode passar vários dias sem ter contato com outra pessoa. 

Além disso, desenhistas costumam se orgulhar de trabalhos bem executados. Porém, nem sempre a autoestima é valorizada da mesma forma. Grandes gênios do mundo artístico realizaram obras marcantes, ao mesmo tempo em que enfrentaram dramas na vida pessoal. É o caso, por exemplo, do pintor Vincent Van Gogh, que era depressivo e tinha alucinações.

Reunido a isso, vem a grande quantidade de trabalho. Se a pessoa não tiver cautela, acaba se isolando socialmente. O sentimento de solidão chega como consequência disso. É preciso ficar atento para não permitir que isso aconteça com você! 

Consequências do isolamento

Embora, muitas vezes, seja necessário se afastar um pouco para realizar o trabalho, quando isso é frequente pode se tornar um problema. O sentimento de solidão afeta não apenas a vida pessoal, mas também a profissional

Muitas vezes, o desenhista acaba passando o dia todo sem falar com ninguém. Há pessoas que lidam bem com o fato de ficarem quietas. Porém, existem as que passam a ter um sentimento de vazio, de tédio e há casos até de depressão.

Com o tempo, esse sentimento afeta o trabalho. Consequentemente, o profissional acaba se sentindo desmotivado e tende à procrastinação. Dessa forma, o isolamento torna-se prejudicial para a vida toda e, por isso, merece atenção. 

É importante mudar a rotina de vida, antes que o sentimento de solidão apareça. O desenhista tem que aprender a equilibrar a vida pessoal e profissional.  

Dicas para espantar a solidão

Mesmo que você precise focar no trabalho e ficar sozinho um pouco, não permita que a solidão o afete. Veja algumas dicas do que fazer para se sentir melhor e trabalhar bem! 

Integre uma comunidade

Procure se relacionar com outros desenhistas na internet. Compartilhe referências e promova encontros ao vivo. Não se esqueça de trocar o número de WhatsApp com colegas, para que possa interagir.

Além disso, faça cursos para aprimorar suas técnicas de desenho. Dessa forma, passará a se relacionar com pessoas que têm interesses em comum.

Divulgue seu trabalho

Interaja mais com seus clientes e admiradores. Sempre esteja à disposição para esclarecer dúvidas e contar mais sobre o universo do desenho. Caso pergunte, fale sobre o seu processo criativo e os materiais utilizados. Tudo isso ajudará a ter uma boa e longa conversa, o que pode diminuir o sentimento de solidão.

Exponha desenhos que já realizou, tenha uma pasta de portfólio e também uma galeria de trabalhos na internet. Você pode organizar seu próprio site ou utilizar redes sociais como o Instagram ou Facebook. Assim, irá interagir com outra pessoa. 

Aproveite a flexibilidade

Ao mesmo tempo em que não convive mais com equipes, quem trabalha em casa tem maior flexibilidade para dar atenção à família. Participar mais da rotina dos filhos e da organização da casa pode trazer ganhos para o relacionamento.

Por outro lado, isso não pode se confundir com disponibilidade em tempo integral. É importante estabelecer limites para que se mantenha produtivo.

Cuide da sua saúde

A saúde do corpo também interfere no equilíbrio da mente. Por isso, é importante incluir na sua rotina:

  • atividades ao ar livre;
  • esportes coletivos, musculação, natação;
  • dança.

Enfim, escolha a modalidade que melhor atende ao seu perfil. O importante é combater o sedentarismo!

Tenha um animal de estimação

Se você gosta de animais, ter um deles em casa pode ser uma boa escolha. Os cães e gatos fazem companhia, interagem e deixam qualquer casa feliz. Além disso, você vai criar uma nova rotina de vida, pois terá que cuidar do pet. 

Brincar com o gatinho ou passear com o cachorro pode transformar a sua vida. O que acha? 

Faça algo diferente

O que você gosta de fazer além de desenhar? Assistir a filmes? Cantar? Identifique uma atividade diferente, que não tenha nenhuma ligação com o trabalho. Se for fã de cinema, assista pelo menos um filme por semana. Já se gostar de cantar, procure por aulas de canto. Se preferir teatro, estude também! A intenção é interagir com pessoas diferentes e se distrair, para espantar a solidão! 

Esteja aberto para conviver

O ser humano precisa de convívio social! Ter isso em mente se torna ainda mais importante quando desenvolve um trabalho autoral e mais introspectivo. Desenhistas profissionais podem se beneficiar de ótimos relacionamentos.

Os alunos do Curso de Desenhos Realistas do professor Charles Laveso, por exemplo, participam de uma comunidade. O intuito é focar na cooperação mútua e na troca de experiências.

Não pegue mais trabalho do que pode

Dizer “não” nem sempre é simples. Porém, se você não limitar a quantidade de trabalho, acabará não tendo tempo para mais nada. 

Dessa forma, é muito importante aprender a dizer não. Veja dicas para fazer isso

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.