Como identificar o nível de progresso no desenho realista

Por Maira Poli 2 de agosto de 2019

COMPARTILHE:
desenhos para desenhar

Desenhar apenas pelo ato de desenhar é um momento de libertação. No papel você expõe sentimentos, sensações e questionamentos. Ou às vezes, apenas rabisca pelo simples prazer de estar em movimento, sem algo muito profundo por trás disso.

Porém, quando se trata em “desenvolver uma técnica”, em qualquer tipo de desenho, aí o caminho precisa ser diferente. Ele precisa ser consciente e contínuo, com propósito.

Me diz, você sabe em que etapa você se encontra nesse caminho para o desenvolvimento da técnica do desenho realista? Consegue identificar o nível de progresso?

Conheça a sua realidade

Quando eu comecei a desenvolver a técnica do desenho realista, pensava: quando vou saber que estou indo bem?

Você deve estar pensando nisso também: como eu sei que estou no caminho certo? Hoje eu tenho duas respostas bem simples:

  • Você só irá saber o como, caminhando. 
  • E com isso irá descobrir o quando!  

O caminho para desenvolver uma técnica não é fácil e nem rápido. Tudo aquilo que se tem valor de verdade vai exigir esforço e perseverança de sua parte. Por isso, vou lhe dar uma ajudinha e que pode te mostrar em que etapa você se encontra nesse desenvolvimento e despertar em você a motivação para o próximo passo. 

Antes, eu já deixo o alerta que esse não é um teste elaborado e com aprovação técnica. São desenhos de diferentes fases de aprendizado em que você pode associar os seus trabalhos e descobrir para onde pode seguir. 

Para começar, deixe em suas mãos o desenho mais recente que elaborou. Sério, pode pegar em mãos e coloca ao lado da tela e, com toda a sinceridade, observe e responda: você sabe identificar o nível de progresso no desenho realista? Em qual destes 5 níveis abaixo você se encontra? 

Os 5 níveis de progresso do desenho realista

Nível 1

Vamos ser bem sinceros: a fase 1 é quando você não sabe nada de nada! Porém, reconhece que a paixão pelo desenho existe em você, desde criança ou não, e que um rabisco sai no papel sem necessariamente você pensar em “técnica”.

Isso é desenhar por hobby, por gostar, por se sentir feliz com isso. É o começo de todo mundo!

Nesse primeiro nível, os desenhos são mais simples. Não se pensa muito em sombreamento (preenchimento), por exemplo. Se o faz, é um sombreamento bem simples, onde as linhas e contornos (formatos) estão presentes.

Nível 2

Na fase 2 você já começa a ter uma melhor noção do que é um desenho realista e já sabe que esse é o seu caminho.  Aqui você percebe uma evolução no entendimento de um sombreamento e de materiais técnicos

Da mesma forma, começa a eliminar as linhas de contorno e passa a preencher mais o sombreamento. Ainda exagera em algumas técnicas, pois ainda não desenvolveu todo o refinamento de base de um sombreamento.

Como, quando, qual e porquê são perguntas ainda não muito bem definidas. É uma fase em que duas frases são muito comuns:

  • Como faço? Exemplo: como fazer pele negra, como fazer cabelo, como fazer textura de pele. 
  • É culpa do material! Por ainda não ter todo o conhecimento técnico, muitas vezes a dificuldade será decorrente por algum material. Ou por não ter tudo o que acha que precisa, ou pela qualidade inferior do mesmo. 

Porém, ambas as perguntas só mostram a necessidade pela busca de conhecimento! É um desenho bacana, mas ainda falta a compreensão da técnica. 

Nível 3

De duas, uma: ou você treinou muito até chegar aqui ou foi um de nossos alunos! Rs

Essa é a fase onde você tem a sensação de ter chegado onde queria. O desenho lhe traz mais autoconfiança, mais realização pessoal, mais resultado. É onde você está trabalhando com técnicas do desenho realista e, aquilo que vê na referência, também consegue ver com mais clareza no papel.

Na fase de número 3 você sabe o que é volume, acabamento final, texturização simples e como usar seus materiais da melhor forma. Aqui o tempo é menos importante e cada etapa do processo de construção da imagem é valorizado.

Da mesma forma, é nessa fase em que encontramos desenhistas que começam a dar aulas presenciais e aceitam encomendas com um valor condizente com o seu trabalho. No entanto, eles continuam procurando por mais.

Nível 4

Se você chegou na Fase 4 e não percebeu a diferença deste para o anterior, volte a treinar na fase 3!

Essa fase é aquele momento que você está refinando a técnica que desenvolveu. Não é só aquilo, você quer mais.

Aqui o refinamento é mais presente, a sua técnica é mais segura e agora você quer explorar cada vez mais informações. O plano de fundo e os mínimos detalhes passam a ter importância redobrada e isso enriquece o seu trabalho. O desenho começa a demorar cada vez mais, pois o capricho exige mais atenção, e o tempo agora é irrelevante.

Nível 5

Essa é a fase final! Não, mentira, não existe fase final pra quem gosta do que faz. Vamos estar sempre em busca do refinamento, do nosso melhor potencial.

Esse aqui é o momento de ousar, fazer o que ninguém faz e tentar o que parece impossível. Porém, quanto mais você achar que sabe, mais dúvidas vão surgir. Afinal, esse é o momento da compreensão de valores e de algo maior do que o próprio desenho no papel. É a compreensão daquilo que a arte pode transformar em você e nos que estão ao seu redor. 

Me encontrei, e agora? 

Se você parou para identificar o nível de progresso e se “encaixou” nas fases 1, 2 ou 3, você precisa de orientação de um profissional. Pode ser presencialmente ou virtualmente. Dessa forma, terá ajuda para se desenvolver ainda mais.  

Em nossos cursos virtuais, a fase 1 e 2 são exclusivas do Curso Virtual para Iniciantes. É onde você vai conhecer tudo sobre materiais e técnica de sombreamento, além de começar a desenvolver a percepção do que a sua ação está promovendo como reação no desenho. 

A fase 2 ainda consegue introduzir no Avançado, mas precisa de um reforço no Iniciantes, pois se não terá dificuldades em entender a base antes de prosseguir. Ou seja, precisa de um refinamento.

É como alguém que aprende a dirigir antes da auto-escola e comete gafes que chamam de “vícios no trânsito”. Você está fazendo, mas não é correto fazer desse jeito. E no Curso Avançado o objetivo não é ensinar a mudar a marcha!

Somente na fase 3 é que você terá um melhor aproveitamento do Curso Avançado de Desenhos Realistas. E não adianta insistir em pular etapas, pois, na prática, comprovadamente sabemos que não funciona! Você vai enrocar na troca de marchas e não vai conseguir tirar o carro de lugar.

Essa é a importância de reconhecer, de verdade, onde você está. Só assim o aprendizado será melhor aproveitado e você passará a desenhar com consciência. Boa sorte!

Curso de Desenho Realista para IniciantesPowered by Rock Convert
COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.