Ansiedade no desenho: identifique se você sofre desse mal

Por Samuel Torres 15 de novembro de 2019

COMPARTILHE:

A ansiedade está prejudicando o seu trabalho? Em suma, por mais prazeroso que possa ser a arte de desenhar, você também pode ser afetado pelo estresse e pela ansiedade. Afinal, horários para entregar uma encomenda, trabalho demais, clientes apressados e até um contratempo pessoal podem afetar o seu bem-estar.

Sem contar que o mundo moderno ainda conta com uma velocidade incrível de informações e acontecimentos. Por isso, embora as pessoas tendam a se adaptar, o desenvolvimento de uma crise de ansiedade torna-se ainda mais frequente. Segundo a Organização Mundial de Saúde, 9,3% da população sofre com a doença.

Será que você também faz parte dessa estatística? Conheça mais sobre a ansiedade e seus sintomas! 

Ansiedade no trabalho

Você já sentiu que estava preocupado em excesso com algo? Já ficou com tanto medo de não terminar um trabalho, que sequer conseguiu começá-lo? Resumidamente, saiba que a ansiedade pode afetar pessoas de diversas áreas e idades. Além disso, se não for controlada, pode afetar o rendimento. 

Dessa forma, o problema é que quando você não consegue desenvolver o seu trabalho, ele acumula. Consequentemente, a pressão para terminar os desenhos aumenta e quanto mais pressão, mais ansiedade. Se nada for feito, o quadro se torna uma “bola de neve”. 

Dentre os fatores que podem desencadear quadros de ansiedade no trabalho estão:

  • pressão por prazos de entrega dos desenhos;
  • aceitar muitas encomendas, além do que poderia cumprir em seu horário de trabalho normal;
  • falta de reconhecimento;
  • desmotivação;
  • insatisfação com o que está fazendo;
  • ter que desenvolver uma arte que está acima da técnica que domina;
  • excesso de responsabilidade;
  • metas inalcançáveis;
  • eterna busca por resultados e isolamento.

Assim, de uma forma geral, podemos dizer que os quadros de ansiedade costumam estar ligados a um descontentamento com o ambiente de trabalho. Além disso, também pode ter ligação com a forma como está administrando a sua carreira, ao atuar como autônomo. 

Por isso, se você acredita que pode estar sofrendo com a ansiedade, é bom conhecer os sintomas e fazer o possível para evitá-la. 

Sintomas de ansiedade

O que inicialmente pode se apresentar apenas com um pequeno receio de não conseguir cumprir uma tarefa, com o tempo, pode evoluir.

Dessa forma, nesse caso a pessoa desenvolve uma crise de ansiedade e de estresse. Dentre os sintomas que podem ser vistos estão: 

  • mal-estar;
  • tonturas, enjoos;
  • formigamentos nas mãos;
  • falta de ar;
  • tremores;
  • suor excessivo;
  • aceleração no coração;
  • diminuição da imunidade;
  • ganho ou perda de pesos descontrolado;
  • boca seca;
  • dificuldade em dormir;
  • se preocupar excessivamente;
  • mãos frias;
  • sensação de fraqueza e cansaço.

Se você tiver alguns desses sintomas, precisa ficar alerta. Pois pode estar sofrendo com a ansiedade e isso poderá afetar o seu trabalho. 

Estratégias para controlar a ansiedade

Para melhorar quadros dessa natureza, é possível procurar ajuda médica ou psicológica. Porém, além disso, é necessário mudar os seus hábitos de vida.

Assim, praticar uma atividade física e dedicar algumas horas da semana para se divertir são pontos cruciais. Caminhar ao ar livre, por exemplo, ajuda a se distrair e a se acabaram.

Além disso, é importante ter hábitos saudáveis na hora de se alimentar e mudar a forma como trabalha. Veja dicas para desenhar sem ansiedade

Curso de Desenho Realista para Iniciantes
COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.