Como desenvolver a técnica do realismo com a iteração

Por Samuel Torres 5 de julho de 2018

COMPARTILHE:
Iteração
Como desenvolver a técnica do realismo com a iteração
Avalie este Post

A forma mais eficaz de desenvolver a técnica do desenho realista é através de algum método. Assim como em nossos cursos de desenhos, dividimos o aprendizado em algumas etapas cruciais: 

Tendo estabelecidos esses parâmetros, normalmente se aplica o método de ensino de forma linear. Ou seja, foca-se em aprender uma coisa de cada vez. E assim, depois de completado os passos, desenvolve-se a técnica do desenho realista.

Iteração

Essa forma linear de aprendizado passo a passo é a mais usada e apresenta bons resultados em qualquer área ou curso que se vá aprender, porém, não é a mais eficiente.

Aí que entra o método passo a passo com iteração!

O que é a iteração?

Iteração, no dicionário, significa repetir, tornar a fazer.

Nos negócios, na indústria de softwares, e em outras áreas, vê-se esse conceito sendo utilizado de forma mais ampla e eficiente. Adaptando para a nossa realidade do desenho realista, ficaria mais ou menos assim:

Iteração

Aqui, basicamente, o passo a passo é o mesmo. Porém, não se pensa mais de forma linear, aplicando cada coisa de uma única vez. Pelo contrário, o aprendizado completa o ciclo e volta do início. Pega-se tudo o que se desenvolveu e reaplica-se cada passo, novamente, num ciclo sem fim. Leva-se a evolução na técnica do desenho realista para o nível de maestria.

Como essa forma de aprendizado me ajudou no desenho

Vou contar um pouco da minha história de aprendizado na técnica do desenho realista com o Charles Laveso. E como esse método de iteração me ajudou a evoluir de forma rápida e eficaz. Mesmo que na época não usávamos esse termo, nem tínhamos plena consciência do que fazíamos…

Por volta de 2008 conheci o Desenho Realista. O trabalho do Charles me impressionou de tal forma que me apaixonei por essa arte. Eu havia desenhado a vida toda, mas não imaginava que fosse possível alguém desenhar daquele jeito! Disse pra mim mesmo que eu iria aprender a fazer desenhos como aqueles.

Na época, o Charles trabalhava com curso presencial e pra minha alegria, em minha própria cidade! Me programei e juntei a grana para pagar a primeira mensalidade.

Pronto, o primeiro passo do meu sonho estava sendo concretizado! Eu estava matriculado no curso do Charles e começando com entusiasmo a frequentar as primeira aulas.

Conheci os materiais. E logo comecei a fazer exercícios simples para desenvolver habilidades motoras: controle, leveza, suavidade.

Depois, fui fazendo exercícios mais complexos que me forçavam a “ver”, desenvolvendo a percepção. Junto das técnicas que me eram passadas, fui me aprimorando até chegar ao primeiro retrato, que também fazia parte dos exercícios do curso.

Iteração

À esquerda, um desenho que fiz “por conta”, sem conhecimentos ou técnicas, assim que conheci o Desenho Realista. À direita, o primeiro rosto que fiz no curso, já com o conhecimento e técnicas passadas pelo Charles

Houve um grande salto em minha evolução. O que me deixou muito entusiasmado e me fez querer mais.

O Charles, na ocasião, estava precisando de alguém para trabalhar com ele. Foi então que me fez uma proposta inacreditável. Propôs de me ensinar tudo que ele sabia do desenho, tudo que acumulou com a experiência de mais de 15 anos, num curso “intensivo”, todos os dias. Depois eu começaria a trabalhar com ele, fazendo encomendas de desenhos e ajudando nas aulas.

Mais que depressa, aceitei! Ia para o estúdio todos os dias, desenhando o dia todo, e recebendo feedback e orientações dele, várias vezes no dia.

Inconscientemente, estávamos usando esse método do desenvolvimento por iteração. Isto é, o conhecimento absorvido era posto em prática, submetido a uma rigorosa avaliação e reaplicado novamente em todos os passos.

O conhecimento dos materiais me possibilitou a começar dominá-los, com exercícios de controle e leveza.

Fui desenvolvendo a percepção, compreendendo e usando técnicas, aprendendo a controlar a ansiedade. E, por fim, desenvolvendo a compreensão de tudo aquilo que estava sendo passado.

Todo esse conhecimento era reaplicado em cada passo novamente. A percepção, conforme  trabalhada, mudava minha compreensão dos materiais e da técnica, o que me fazia evoluir cada vez mais.

Em um mês de aprendizado intenso, todos os dias, fiz meu primeiro retrato de uma imagem que eu mesmo escolhi. Esse desenho abaixo, que me deixou muito satisfeito e ainda mais entusiasmado!

Iteração

Ainda longe de alcançar a inalcançável perfeição, prossigo, buscando a evolução sempre.

Por quê? Porque me instiga, me provoca, me faz vibrar!

Hoje, em 2018, dez anos depois, ainda trabalho com o Charles, porém no Curso Virtual, que entrou no lugar do presencial. Seu curso está atingindo pessoas no país inteiro e até no exterior, pela eficiência comprovada (veja galeria de desenhos dos alunos). Pela facilidade de acesso e pelo preço reduzido (se comparado a um curso presencial). Esse método iterativo ainda se faz presente e foi aprimorado ainda mais, pois o retorno (feedback) está presente.

E não apenas por um dia na semana, como no curso presencial, mas todos dos dias (exceto finais de semana) com um acompanhamento individual a cada aluno por um ano. O que possibilita o aprendizado rápido e eficiente desse método por iteração. Ao encurtar o caminho do aprendizado, não com atalhos, nem deixando de aprender partes cruciais da técnica, mas tornando o aprendizado mais eficiente, desafiador e motivante.

 

Se você também se encantou com essa arte do Desenho Realista, se identificou com algo dito aqui e também deseja aprender essa técnica, acredite, você também é capaz de fazer trabalhos incríveis! 

Iteração

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.