Desenhos realistas ou charges? Entenda 4 diferenças!

Por Robson Almeida 10 de julho de 2017

COMPARTILHE:
charges
Desenhos realistas ou charges? Entenda 4 diferenças!
Avalie este Post

Assim como acontece com os desenhos realistas, as caricaturas também podem ser realizadas a partir de fotografias. Nelas, características físicas ou hábitos de uma pessoa são exagerados. Já as charges, mais ligadas ao mundo jornalístico, são desenhos satíricos para demonstrar um sentimento quanto a determinada realidade.

Em muitas charges são usadas técnicas de caricaturas. E em várias caricaturas, são usadas técnicas de desenhos realistas. Parece confuso? Então leia nosso artigo até o fim para compreender as 4 diferenças.

1 – Propósito

Em qualquer trabalho artístico, a técnica utilizada tem grande importância. Mas o primordial, sem qualquer dúvida, é a mensagem que o autor pretende transmitir.

E no caso das charges, em sua maioria elas utilizam de elementos cômicos para manifestar indignação, deboche, ou até mesmo em homenagem póstuma a alguma figura conhecida pelo público.

Quando as charges possuem desenhos de caricaturas, ressaltar algum atributo da pessoa representada normalmente tem a intenção de humor. Por exemplo, a barba do ex-presidente Lula se tornou icônica em caricaturas e charges políticas.

Por sua vez, os desenhos realistas têm maior compromisso com a extrema semelhança. Por isso, mesmo que se pretenda fazer rir, para causar esse efeito terá que utilizar características verdadeiras da pessoa.

Nada impede que seja feito um desenho realista de uma careta, por exemplo. Mas deixa de ser realista se houver exageros excessivos em partes do rosto como; olhos, boca, nariz ou qualquer outro elemento, mesmo que inspirado na realidade.

2 – Materiais

Desenhos realistas são basicamente feitos com lápis e papel. Além disso, podem existir materiais auxiliares, tais como carvão, esfuminho, pincel, etc, mas lápis e papel nunca deixam de ser o principal.

Charges e caricaturas podem ser realizadas por manipulação e até preenchimento em computador, sendo uma questão de estilo do artista.

Não é possível fazer o mesmo com uma fotografia para depois chamar o resultado de desenho realista.

3 – Efeitos

Já em relação aos efeitos, nos desenhos realistas eles são obtidos por meio de elementos como texturas, luz e sombra, embaçamento, reflexo, etc.

Sempre de maneira natural, utilizando somente os instrumentos que o artista tem à mão e normalmente tendo uma foto como referência. Portando, a criatividade se dá nos meios de usar a técnica e os materiais para chegar aos efeitos da referência, mas a criatividade não é livre para modificar ou acrescentar algo na imagem.

Já as charges e caricaturas permitem efeitos variados, até mesmo usar pedaços de fotografias em montagens, e a criatividade pode ser bem explorada.

4 – Linguagem

É um equívoco acreditar que a charge está limitada a ser uma piada visual. Ou que o contexto está explícito em elementos como legenda e balões de fala.

Geralmente elas são posicionadas nas editorias de opinião, seja quanto a esporte, política ou qualquer outro acontecimento que marca o cotidiano.

Enquanto isso, o desenho realista é prioritariamente visual. Um desenho, de forma subjetiva, pode transmitir intencionalidade. Mas sua linguagem não é direta como no caso da charge.

Conclusão: charges x desenhos realistas

Desenhos realistas, caricaturas e charges são modalidades de expressão artística que permitem infinitas possibilidades de transmitir uma mensagem.

Não se pode comparar em critérios objetivos manifestações com características assim tão diferentes. Existem desenhistas talentosos que produzem charges, caricaturas, desenhos realistas e diversos outros gêneros.

Cabe a quem admira uma obra ter sua própria interpretação de cada trabalho. Mas se você gostaria de aprender mais sobre técnicas de desenhos realistas, leia agora nosso guia atualizado.

Interessou em aprender a técnica do Desenho Realista? Então acesse nossa página de Cursos e Aulas: http://desenhosrealistas.com.br/cursos/

Se você gosta de criar desenhos do zero usando a imaginação e a liberdade, convido-o ao Curso do nosso parceiro Ivan Querino

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.