12 dicas para manter o foco e evitar distrações na hora de desenhar

Por Charles Laveso 14 de agosto de 2019

COMPARTILHE:

Você está cheio de encomendas de trabalho, mas não consegue terminar nem o primeiro? Manter o foco está difícil? Então, pode ser hora de mudar a forma de agir e até o lugar que você escolheu para desenhar. Afinal, você não pode parar de desenhar

Por isso, é necessário controlar a ansiedade e evitar as distrações. Crianças correndo, barulho intenso e até o WhatsApp recebendo mensagens podem atrapalhar.

Confira dicas para mudar de rotina e conseguir manter o foco na hora de desenhar! 

Dicas para manter o foco na hora de fazer desenhos realistas

Você precisa de silêncio!

Primeiramente, você terá que providenciar um local adequado para trabalhar. Se costuma desenhar usando a mesa da cozinha, é provável que os demais moradores da casa transitem por lá. Uma pessoa pergunta uma coisa, a outra faz um comentário… Assim, manter o foco torna-se impossível.

Por isso, mude de lugar. Escolha um canto da casa que seja mais calmo, coloque uma mesa e leve o material de desenho

Um local adequado para trabalhar é essencial para manter o foco e ser mais produtivo. Caso não encontre esse espaço em casa, procure uma biblioteca, um café ou um co-working público. O silêncio é necessário para permanecer concentrado. 

Elimine as distrações

Agora que você já possui um ambiente adequado, é preciso eliminar as outras distrações. Desabilite o som e as notificações do celular, para evitar que o aparelho tire seu foco.

Se você gostar de trabalhar com música, tudo bem. Dê preferência às mais tranquilas, como as clássicas ou até bossa nova. 

Contudo, no geral, a TV ligada pode atrapalhar. Sempre há um programa interessante começando ou uma notícia que chame a atenção. Quando isso acontece, qualquer pessoa tende a largar tudo e dar “uma olhadinha”. 

Cuidado com as emoções

Ansiedade, nervosismo e até medo podem prejudicar a realização de qualquer atividade. É preciso controlar esses sentimentos e eliminar os pensamentos negativos antes de começar a atuar.

Uma pessoa ansiosa tem mais dificuldade em focar em uma atividade. Se você está agitado, pare um pouco e respire fundo. Inspire atentamente, sentido os pulmões encherem, e expire, aos poucos. Isso ajudará a controlar a ansiedade, manter o foco e aumentar a produtividade.

Autocontrole é essencial

Você pode conseguir o foco desejado se tiver autocontrole. Isso vai ajudar a evitar as distrações ao seu redor.

Há algumas formas de ter mais autocontrole. Atividades como meditação e yoga podem aumentar a sua força interior.

As técnicas de respiração, aprendidas durante as aulas, colaboram para que se tranquilize. Além disso, ajudam a diminuir a ansiedade e a lidar melhor com as emoções.

Tenha uma meta

Para desenhar o que precisa e terminar o trabalho, é importante estabelecer metas. Faça um planejamento de trabalho e anote uma meta para cada dia da semana.

Depois disso, sempre que pensar em parar o que está fazendo, lembre-se de que há algo a ser finalizado. Se você não cumprir a meta do dia, irá atrasar o restante da semana. Não deixe que isso aconteça. 

Rotina ajuda a manter o foco

Muitas pessoas preferem trabalhar em casa, com a ideia de que não terão mais uma “rotina”. Contudo, quem quer atingir metas, cumprir prazos e manter o foco tem na rotina uma aliada. 

Cumprir um horário de trabalho, como se estivesse em uma empresa, é uma forma de manter o foco. Com ela, é possível aumentar a produtividade, evitar distrações e garantir a concentração. 

Por isso, crie sua própria rotina. Você pode, por exemplo, acordar, tomar o café da manhã e ir direto para o local de trabalho. Depois disso, separe o material, como se tivesse saído de casa para trabalhar.

Sente e só saia de lá no horário marcado para o término. Coloque um alarme para tocar e avisar o “fim do expediente”. 

Nos primeiros dias, isso pode soar estranho. Contudo, com o passar do tempo, você agirá dessa forma naturalmente. 

Programe uns minutinhos de descanso

Embora se concentrar em uma atividade seja essencial para manter o foco, é preciso descansar. Por isso, em seu cronograma de trabalho é importante colocar 10 ou 15 minutos de intervalo por período.

Use esse tempo para lavar o rosto, comer algo ou até conversar com alguém. Uma mente relaxada e descansada é mais criativa e você precisa disso. 

Dizer “não” é importante

Você é daquelas pessoa que não sabem falar “não” para ninguém? Vamos supor que você esteja terminando uma encomenda e alguém o chame para ir ao supermercado. Você interrompe tudo e vai?

Se costuma fazer isso, é hora de mudar! Por mais que seja importante ser gentil com as pessoas, é necessário estabelecer prioridades. Lembre-se de que há um prazo (estipulado por você ou pelo cliente) para o término do desenho.

Comece pelo maior desafio

Sabe aquele desenho que é muito difícil e desafiador ou que você não está com vontade de terminar? Dê prioridade a ele! A ideia de dar início a algo que não gosta e conseguir terminar, para se ver livre, ajuda a manter o foco. Sem contar que depois de fazer isso, vai estar mais relaxado para outros trabalhos.

Assim, sem se preocupar com algo que não gosta, será mais fácil focar. Ao mesmo tempo, terminar o que era desafiador, torna-se uma motivação pessoal. Tente! 

Exercícios físicos como aliados

A atividade física induz a liberação de serotonina e endorfina. Esses dois hormônios são os responsáveis por fazerem as pessoas se sentirem melhor, mais satisfeitas e motivadas. 

Quando alguém está assim, consegue desempenhar melhor o trabalho e manter o foco. O que acha de começar a realizar alguma atividade? O ideal é optar pela consideradas aeróbicas, como pedalar ou fazer caminhada

Durma bem

Seu trabalho está ligado diretamente à criatividade, aliada à técnica. No entanto,há comprovações científicas que mostram que para ser criativo é preciso dormir bem

Além disso, uma boa noite de sono melhora a produtividade. Por isso, foque em dormir bem. Um local confortável, limpo e escuro ajudarão a ter uma noite de descanso. 

Conheça os seus limites

É claro que você vai querer aceitar todas as encomendas de trabalho possíveis. Além disso, terá vontade de dar prazos curtos aos clientes, na tentativa de fidelizá-los.

Isso é até bom, desde que respeite os limites. Se você aceitar mais trabalhos do que tem condições de entregar, terá problemas. Primeiro porque vai ter que trabalhar mais do que o programado. Nesse sentido, aumenta o risco do desenho não sair tão perfeito quanto poderia. Em segundo lugar, com a correria, você ficará mais ansioso e a ansiedade é inimiga do foco.

Assim, saber os limites pessoais é essencial. Aceite tarefas diversas, desde que o prazo estabelecido permita que você cumpra tudo, sem se estressar. Lembre-se de que o sucesso do seu desenho depende da dedicação a ele. Isso só será possível se fizer as tarefas respeitando o seu tempo. 

Gostou das dicas? Ainda está com dificuldades? Falta motivação para desenhar? Veja como mudar isso

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.