3 principais estratégias para aprender qualquer coisa!

Por Maira Poli 2 de junho de 2017

COMPARTILHE:

A tônica do século XX foi a Informação: com a grande influência da mídia e mundo dividido entre blocos econômicos, era sempre intensa a disputa de versões. Hoje, este ciclo já ficou para trás, e agora vivemos a Era do Conhecimento.

E o que diferencia alguém nesse contexto?

No mundo atual, a capacidade de aprender se tornou mais valiosa do que qualquer diploma. Afinal, decorar fórmulas e nomenclaturas já não faz tanto sentido quando é simples fazer uma pequisa no Google, usando o celular que levamos o tempo inteiro no nosso bolso.

Ou seja, a palavra de ordem é aprender, aprender e aprender. Assim, repetido três vezes, como também são três as principais maneiras de exercitar esta capacidade:

Sendo autodidata

Todos têm a possibilidade de aprender por si só, sem a ajuda de mestres, dedicando-se e aprimorando-se. Porém, é preciso ter disciplina e controle sob suas atividades para não perder o de foco do aprendizado, trabalhando com métodos e objetivos para manter um ritmo de trabalho e de estudos.

Crie metas! Manter-se comprometido e sem distrações facilita o processo.

Ainda, é preciso ter a capacidade de se auto avaliar, sendo realista. É necessário ter consciência dos pontos positivos e negativos por meio de tentativas e erros, trabalhando constantemente para se aperfeiçoar. E muitas vezes é preciso se desafiar para alcançar resultados mais complexos e assim evoluir.

Porém, alguns pontos negativos podem aparecer no caminho, como a desmotivação e a falta de apoio. Por isso, muitas vezes, é válido também o auxílio de outros com mais experiência que possam compartilhar seus conhecimentos.

Pesquise

A pesquisa é uma ferramenta importante no processo de aprendizagem. A tentativa e erro, citada acima, é uma excelente forma para ser experiente, mas há informações que podemos utilizar e evitar um caminho mais longo.

A pesquisa nos leva ao conhecimento de outros, colaborando para que possamos ir direto ao ponto que necessitamos.

Porém, o lado negativo é que não se pode ficar dependente das informações alheias. Há experiências que têm que ser vividas individualmente para a melhor evolução.

Faça cursos

Por outro lado, receber orientações individuais e personalizadas de alguém com mais experiência pode ser enriquecedor. Receber auxílio não tira o mérito do aprendiz nem representa vergonha.

A evolução de um bom trabalho precisa de humildade para saber ouvir e aprender. Reconhecer os pontos fracos e trabalhar com foco neles. Um caminho que poderia ser percorrido por anos, com um auxílio direcionado pode ser algo mais rápido e prazeroso.

Se o que você deseja é aprender desenhos realistas, que tal ter acesso ilimitado a uma vídeo aula explicativa por apenas R$ 29,90 ? Além disso, você pode baixar gratuitamente o e-book “Os 7 princípios básicos para desenhos realistas” e combinando esses dois materiais, dar um grande salto em sua evolução.

 

Clique aqui para descobrir os segredos dos grandes desenhistas por menos de R$ 1 por dia!

COMPARTILHE:
Entre para a nossa lista VIP.